aves05aves05

 

baixapombalina - blog sobre as polí­ticas de intervenção na Baixa Pombalina

 

Click for Lisboa, Portugal Forecast

 

 

Banca de Jornais veja aqui as edições de hoje

 

sexta-feira, agosto 18, 2006

 

Olhando o mar, sonho sem ter de quê. | Nada no mar, salvo o ser mar, se vê.



"Olhando o mar, sonho sem ter de quê.
Nada no mar, salvo o ser mar, se vê.
Mas de se nada ver quanto a alma sonha!
De que me servem a verdade e a fé?
Ver claro! Quantos, que fatais erramos,
Em ruas ou em estradas ou sob ramos,
Temos esta certeza e sempre e em tudo
Sonhamos e sonhamos e sonhamos.”

PESSOA, Fernando |Novas poesias inéditas|
20/01/1933

Comments: Publicar um comentário

<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?